Notícias

Fundo de Maneio participa no projeto DETOUR

Estilos de vida mais saudáveis estão a emergir. A procura proativa pelo bem-estar físico, mental e social está a ditar novos comportamentos dos consumidores a vários níveis, incluindo no turismo, na alimentação, no exercício e até mesmo no trabalho. O turismo de bem-estar, em particular, está a crescer muito significativamente, acima do setor do turismo em geral.

A FUNDO DE MANEIO, empresa sediada em Ponta Delgada, integra um projeto transnacional recentemente aprovado no âmbito do programa ERASMUS+, que visa a promoção de oportunidades de negócio, bem como o desenvolvimento da educação e da formação profissional no setor do turismo de bem-estar.

O projeto ‘DETOUR’ - Destinations: Wellbeing Tourism Opportunities for Regions, liderado pelo Centre for Recreation and Tourism Research, terá a duração de dois anos, iniciando no quarto trimestre de 2019. A iniciativa evolve, ainda, parceiros de Escócia, Islândia, Dinamarca, Irlanda e Eslovénia. Visa a sensibilização e o reforço da base de competências de jovens e de adultos que trabalham ou pretendem trabalhar no setor do bem-estar. Pretende-se a capitalização de atuais e de futuras oportunidades no turismo de bem-estar, de modo a impulsionar a inovação setorial, a diversificação empresarial e o crescimento económico regional.

Azores: an investor’s guide to sustainable tourism

Azores: an investor’s guide to sustainable tourism é um trabalho promovido pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento em parceria com a consultora Fundo de Maneio, com o objetivo central de contribuir para o desenvolvimento do setor do Turismo na Região Autónoma dos Açores, assegurando, simultaneamente, a sua mais distintiva característica: a sustentabilidade.

De forma geral, o Azores: an investor’s guide to sustainable tourism integra informação apresentada de uma forma objetiva e concisa, procurando identificar e caracterizar fatores determinantes no processo de decisão de potenciais investidores. É um documento muito abrangente, que aborda vários temas que têm impacto direto em qualquer decisão de investimento, incluindo o atual enquadramento legal e fiscal. Pretende-se, assim, reduzir o risco envolvido em novas iniciativas a implementar nos Açores, reconhecendo que este é um destino emergente e com um imenso potencial para a conquistar a excelência no turismo sustentável.

Projeto NaTOUReza - Outputs

O projeto NaTOUReza é uma iniciativa da Fundo de Maneio, com financiamento através do PO AÇORES 2020, o âmbito do mercado do turismo. Os outputs do projeto estão disponíveis www.fundodemaneio.com/natoureza, onde poderão ser, ainda, encontradas informações sobre o turismo nos Açores. Entre as ferramentas disponíveis, estão:

Açores na Europa: O impacto dos Fundos Estruturais

O estudo «Açores na Europa: O impacto dos Fundos Estruturais», realizado pela Fundo de Maneio e promovido pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) tem como principal objetivo refletir sobre o marco das três décadas de adesão de Portugal à, então, Comunidade Económica Europeia (1986-2016) e, consequentemente, da Região Autónoma dos Açores. Ao longo destes 30 anos foram canalizados vários milhões de euros provenientes dos fundos comunitários para a Região, perspetivando-se que essa mobilização atinja, no total, cerca de 5.000 milhões de euros até 2020. Torna-se, pois, natural a necessidade de compreender o seu impacto na sociedade e na economia. Esta necessidade é, sobretudo, função de um momento paradigmático que reflete o lastro de uma profunda crise económico-financeira e perspetiva novas oportunidades e desafios a curto e médio prazo, nomeadamente com o período de programação comunitária 2014-2020; a reforma da Política Agrícola Comum que contemplou a extinção das quotas leiteiras; a implementação de um novo modelo de transporte aéreo nos Açores; e as decisões críticas em relação à operacionalidade da Base das Lajes.

O estudo permite concluir que existiu uma grande evolução social, económica e de coesão territorial, embora ainda persistam desafios estruturais que perduram há várias décadas. Por um lado, os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento produziram fortes impactos na criação de riqueza, na criação de postos de trabalho, na abertura ao exterior e surgimento de oportunidades no mercado, na melhoria da qualidade de vida e da prosperidade da população, na infraestruturação e na promoção do desenvolvimento sustentável, revelando um elevado efeito multiplicador da despesa pública na economia regional. Ressalva-se, por exemplo, que o PIB per capita decuplicou entre 1986 e 2013, a taxa de emigração está muito próxima de 0% (depois de já ter registado 13,8% em 1989), o rácio de habitantes por médico é cerca de 430 quando em 1986 superava os 740 e a esperança média de vida à nascença já ultrapassa os 77 anos. Regista-se, igualmente, uma evolução muito positiva na preparação, gestão e execução dos fundos estruturais, garantindo respostas concretas a desafios muito específicos da Região, sem deixar de corresponder aos desígnios comunitários. Porém, por outro lado, persistem questões críticas, que vêm sendo alvo permanente de atenção desde o primeiro quadro comunitário, onde se inclui a modernização e inovação da economia, o emprego, a competitividade regional e a qualificação da população. Note-se, por exemplo, que a taxa de desemprego atingiu os 17% em 2013, a mais alta de sempre na Região e uma das mais altas a nível nacional, a taxa de abandono escolar precoce ainda se mantém acima dos 28% e muito acima da média do País (13%), enquanto a taxa de escolaridade do nível de ensino superior ainda não superou os 10%. 

Projeto NaTOUReza

Fundo de Maneio apresentou uma candidatura ao PO AÇORES2020 para implementação de um projeto de Investigação & Desenvolvimento em Empresas, em linha com os objetivos da Estratégia de Especialização Inteligente da Região Autónoma dos Açores e da Agenda Digital e Tecnológica dos Açores. O projeto NaTOUReza foi aprovado e será cofinanciado pelo FEDER, procurando promover o desenvolvimento competitivo da empresa com base em conhecimento especializado e novas competências técnico-científicas.

Ao longo do desenvolvimento do projeto serão divulgadas diversas notícias e os conteúdos produzidos. Brevemente será disponibilizada uma página web com a informação fundamental do projeto.

  • Data de Aprovação: 06-06-2017
  • Código da Operação: ACORES-01-0247-FEDER-000004
  • Designação:  NaTOUReza
  • Valor Total: 198.228,95 €
  • Comparticipação: 158.583,16 €
  • Descrição Geral: O projeto visa uma compreensão detalhada das dinâmicas e das tendências internacionais no setor económico com maior crescimento no mundo e na Região - o turismo - e, em particular dos segmentos e e nichos de mercados de turismo de natureza e turismo de aventura. Envolve uma interação com CEEAplA - Centro de Estudos de Economia Aplicada do Atlântico, um centro de investigação da Universidade dos Açores, ou seja, compreende uma relação de cooperação entre a envolvente empresarial e o meio académico. Como outputs finais, perspetiva-se o desenvolvimento de novos produtos e serviços, alguns dos quais de cariz digital e vocacionados para o aproveitamento de novas tecnologias, para além de artigos científicos e outro tipo de publicações, como livros e manuais.
  • Resultados:
    • Artigos científicos
    • Participação em conferências científicas
    • Manuais/Livros
    • Modelos conceptuais e operacionais
    • Aplicação mobile para turismo de natureza
    • Aplicação web para informação sobre o setor do turismo
    • Diversificação do portfólio de serviços (ex.: análise competitiva; planeamento estratégico; auditoria; consultoria; etc.)

 

Curso de Empreendedorismo e Gestão de PME

O Curso de Empreendedorismo e Gestão de PME foi concebido para empreendedores,empresários, agentes de empreendedores e potenciais empreendedores. A formação está vocacionada para apoiar o formando no processo de estruturação de uma ideia num negócio, identificando o melhor modelo para a sua aplicação. Assim, serão desenvolvidas competências em áreas transversais da gestão empresarial, desde a perspetiva de criação de uma nova empresa até ao seu desenvolvimento e crescimento.

Agarra já a tua oportunidade e inscreve-te no curso a iniciar-se brevemente!!!